A cozinha é o lugar mais reconfortante da casa porque nele encontramos alimento para o corpo e para a alma. Deixe a Natureza entrar na sua e esqueça os produtos feitos pela indústria alimentícia em geral, que não coloca amor nesse ato nem está preocupada com a saúde do seu organismo e o de sua família!

Esse é um dos segredos de manter o bem-estar - não entregue essa função vital a terceiros - ponha a mão na massa, deixe a preguiça de lado e estabeleça como prioridade fazer a comida que vai mantê-lo longe das doenças!

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Verão tem cara de sorvete!



Chegando o calor, um dos primeiros desejos que afloram é o de comer um sorvete: geladinho, cremoso e com sabor de frutas.

A diferença entre um picolé e um sorvete encontra-se no tamanho dos cristais de gelo; no picolé, os cristais são grandes e no sorvete, acontece o oposto: os cristais são pequenos.
Por isso, o picolé congela independente no freezer e o sorvete, tem que ser batido várias vezes para que congele adequadamente e fique macio. O ideal é colocá-lo para congelar e a cada duas horas, bater a mistura e devolver para o gelo. Quanto mais batido for, melhor ficará sua consistência.

Para criar um picolé, basta fazer um suco: bater a fruta no liquidificador e pôr para gelar. Esperamos o tempo necessário, sem intervir.
A execução do sorvete exige mais de nós.

A maneira mais simples de fazer um sorvete vegetariano é pegar a fruta madura, congelá-la e bater no processador. Sendo bem madura, não precisa de adoçantes.

O jeito um pouquinho mais sofisticado: adicionar à fruta escolhida (banana, manga, morango, mamão etc, preferencialmente orgânica), inhame cru e descascado e um pouquinho de leite de aveia ou de amêndoas (pela minha experiência, são os que deixam o sorvete mais gostoso). Bater no processador ou liquidificador e congelar. Siga o método de bater a cada duas horas, para ganhar a cremosidade.

É importante dizer aqui, que existem no mercado inúmeras substâncias artificiais (emulsificantes) que tornam o processo mais rápido. Porém, temos o mesmo resultado ao congelar e bater várias vezes, o que pode significar mais "trabalho", mas ganho em alimentação saudável.

Aumentando a elaboração: utilizamos a agar-agar, gelatina de algas.
Escolhemos a fruta, o adoçante (se necessário), cacau em pó (se desejarmos) e uma colher de sopa de agar-agar, dissolvida em 4 colheres de água quente. Batemos tudo no liquidificador, colocamos no freezer e a cada duas horas, batemos, até ficar na consistência ideal.

Já experimentei usar também um mingau ralo de araruta e água (ou leite vegetal), deixar esfriar e adicionar aos outros ingredientes no liquidificador.
No máximo, se refaz o processo de congelar e bater, três vezes (depende da textura da fruta; por exemplo, o sorvete de abacate fica pronto mais rapidamente).




O sorvete das fotos foi feito com manga, inhame e leite de aveia; como cobertura, coco ralado e melado.

17 comentários:

Zoraide disse...

oi Vera!
adorei seu blog,ja to de olho nas receitinhas de verão!

Vânia disse...

Ei Vera!
Adorei a sugestão de sorvete. Fiz com a compota de banana que você ensinou e adicionei inhame, porém cozido. Fiz esse processo de bater a massa de duas em duas horas e ficou perfeito. Tão perfeito que meu filho me perguntou se eu o havia comprado. Disse a ele que é da fábrica da mamãe, rsrs. Muito obrigada pelas sugestões que encontro no seu blog!

Vera Falcão disse...

Que legal, Vânia, principalmente pq teu filho gostou de um sorvete natureba! rsss

bjs

eliene disse...

OI, Seu blog me deixou de água na boca!! voltarei aqui com mais tempo!! Bj

Vera Falcão disse...

ok, eliene, to esperando...

bjs

Anônimo disse...

Oi Vera, amo seu blog.Uma pergunta, gostaria de saber se inhame cru faz mal pois e um amido ne.Obrigada.

Vera Falcão disse...

O inhame cru pode fazer mal se tiver uma alta concentração de cristais de ácido oxálico e, nesse caso, é melhor cozinhá-lo.
Para descobrir isso, verifique se ele produz coceira: ao tirarmos a casca já dá para perceber a irritação na pele que depois pode ser sentida na garganta. Se não coçar, pode comer cru, sem susto.
Como inhame há muitos anos e até agora não encontrei nenhuma variedade que trouxesse esse problema com ela...

Maria Moreira disse...

Viva Vera :)

Muito interessante o que você postou acerca dos ingredientes para fazer sorvete de verdade. Uma questão: aqui onde vivo há inhames à venda no supermercado. Nunca comprei nenhum pois não sei há quanto tempo estão ali... como sei se ainda estão bons para consumir?

O tamanho deles varia muito (há meses em que posso encontrar só grandes ou só pequenos)... será que você pode colocar uma tabela a indicar o peso em gramas? Sei que você deve fazer tudo a olho mas uma tabela daria uma grande ajuda para quem não sabe, como eu.

Fique bem, um abraço!

Maria da Noruega assim você já sabe ;)

Maria Moreira disse...

Outra pergunta: posso adicionar qualquer fruta ao inhame para fazer sorvete? Mesmo citrinos como o limão?

Um abraço Vera :)

Vera Falcão disse...

Olá, Maria! O inhame saudável é durinho e não tem manchas esverdeadas, quando ele já passou do ponto fica ressecado e com essas manchas, além de machucados onde já está deteriorando, é claro... Uma xícara de inhame cru, cortado em cubos, equivale a 150 g - nessa caso, uso duas para o sorvete; além disso, posso informar, em centímetros, o comprimento: pequeno (3/4 cm), médio (6/7 cm) e maior que isso, naturalmente, é um inhame enorme!
Não fiz sorvete com limão mas já usei suco de laranja e cenoura - o suco substituiu o leite de coco e a cenoura, a fruta.

Um abraço!

Maria Moreira disse...

Nossa Vera parece que você adivinhou o que eu perguntar a seguir!!! Aqui só há leite de côco em caixinha... ia perguntar o que poderia substituir o leite de côco... obrigada!! E que quantidade de sumo de laranja e cenoura devo colocar (uma vez que a consistência do leite e do sumo de laranja/cenoura é diferente?)

Beijo, fique bem!

Vera Falcão disse...

Maria, podes usar qualquer leite vegetal, costumo usar o coco pelo seu sabor, às vezes uso água de coco também. A quantidade de líquido é menor, o suficiente para desmanchar o inhame, deixá-lo cremoso. Também podes usar uma colherinha de agar-agar para engrossar o suco, aí fica os 100 ml mesmo. A quantidade de cenouras: 3 das grandes, 4 médias ou 6 pequenas. Vais colocando os ingredientes aos poucos no liquidificador e observando que o resultado final é um creme espesso.
Uma curiosidade: muitas pessoas que moram na Europa dizem que é difícil encontrar determinados alimentos, mas meu filho passou 3 meses, recentemente, viajando e tocando pelos países do Leste europeu e disse que encontrava tudo, frutas tropicais, inclusive, que mesmo sendo vegetariano não teve o menor problema para encontrar variedade. Achei estranho, pq tinha uma outra ideia conforme o que me relatam. Inclusive, ele tirou várias fotos de mercados, armazéns, rsetaurantes, mostrando a comida que era vendida e havia de tudo mesmo. Já que esses países são considerados os mais "pobres" da Europa, porque falta variedade nos mais "ricos"?

ingrid disse...

Oi Vera!

Tudo bem?

Nem sempre eu escrevo por aqui, mas quase todos os dias dou uma passadinha pra ver novidades ou pra consultar postagens mais antigas. Sempre acho alguma coisa interessante para minha cozinha! : )
Hoje queria tirar uma dúvida, aliás, duas, sobre o sorvete:

Qual o papel do inhame entre os ingredientes? Ele influencia no sabor ou apenas na textura?

E quando você sugere "bater" a massa a cada duas horas, quer dizer bater a mão mesmo? Ou tem que ser com batedeira/liquidificador?

Beijos com muito carinho mais uma vez!

Vera Falcão disse...

Ingrid, obrigada pelo teu carinho!

O uso do inhame nessa receita de sorvete tem a função de deixá-lo mais cremosos e encorpado, mas além disso vai também colaborar com seus nutrientes; ele não altera muito o sabor, vai prevalecer o sabor da fruta ou frutas escolhidas; quanto a bater o sorvete, é no "braço" mesmo, para impedir a formação de cristais grandes de gelo.

Beijos e apareça sempre!

Anônimo disse...

Perfeito! Era o que eu procurava!

Conça disse...

Oi Vera, entrei no seu blog só agora.
Mas, vou fazer a receita do sorvete, depois te conto.
Adoro sorvete, mas, tem que ser natural.
Bjus

Vera Falcão disse...

Conça, venha contar mesmo, é muito legal ter um retorno das receitas - se ficarem perfeitas, comemoramos o sucesso! se tiverem um mau resultado, vamos consertar juntas! beijos!