A cozinha é o lugar mais reconfortante da casa porque nele encontramos alimento para o corpo e para a alma. Deixe a Natureza entrar na sua e esqueça os produtos feitos pela indústria alimentícia em geral, que não coloca amor nesse ato nem está preocupada com a saúde do seu organismo e o de sua família!

Esse é um dos segredos de manter o bem-estar - não entregue essa função vital a terceiros - ponha a mão na massa, deixe a preguiça de lado e estabeleça como prioridade fazer a comida que vai mantê-lo longe das doenças!

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Banana do mato - poderosa!


A cozinha natureba também é o lugar onde podemos manipular e produzir auxiliares no tratamento de desequilíbrios do nosso organismo, utilizando as plantas com as quais a Natureza nos presenteou - são coadjuvantes que nossas mãos podem elaborar seguindo receitas, a maioria delas transmitidas pela sabedoria popular e embasadas pela fitoterapia e outras técnicas naturais de cura e manutenção da saúde!

Maravilhoso saber que sempre poderemos aprender algo novo e benéfico... foi o que aconteceu comigo nesta semana, quando minha filha teve uma crise de asma e levei-a à nossa homeopata que, além de dar a medicação pertinente, também me indicou (a meu pedido) um xarope para aliviar a tosse e auxiliar na expectoração.

Já havia usado muitos xaropes de formulação caseira para tosse, que funcionaram (como o de cebola e o de abacaxi), mas esse, realmente, é poderoso!

A base é a banana ou bananinha do mato (Bromelia antiacantha Bertol) , também conhecida por gravatá e caraguetá, que encontrei no Mercado Público da cidade onde moro (Porto Alegre/RS) e acredito que seja encontrada facilmente em mercados e feiras de todo o país.
Os índios daqui também vendem nas ruas. Interessante é que essa planta só dá frutos no inverno, quando mais precisamos dela para fazer o xarope!

A receita que fiz foi a seguinte:
10 bananas do mato, com a casca e sem as sementes, cortadas em 4
uma xícara de chá de açúcar mascavo
uma xícara de água
duas colheres de sopa de guaco e poejo secos (se for in natura, usa-se o dobro)


Cozinhar os 3 primeiros itens até que a mistura fique na consistência de xarope (melado grosso). Pode ser necessário adicionar mais água. Quando estiver no ponto, adicionar as ervas e deixar de molho por uns 10 minutos. Coar, esmagando as bananas no coador para que o xarope fique bem consistente. Pode-se adicionar na finalização um pouco de mel de qualidade.

Minha filha tem 12 anos - a dose foi de 4 colheres de sobremesa ao dia.
Para crianças menores, uma colher de chá 4 x ao dia.
Adultos, usar a colher de sopa.

Alivia prontamente, expectora muito, principalmente aquela secreção que está bem interna (percebe-se pela consistência e pela cor).

Realmente, as plantas são um presente divino que temos ao alcance das nossas mãos, basta usar com sabedoria e conhecimento! Espero que essa receita ajude a muitos e se experimentarem com sucesso, passem adiante, espalhem a boa notícia!



10 comentários:

Kenia Bahr! disse...

Oi Vera! Essa banana do mato é o que alguns chamam de gravatá?

Beijos

Vera Falcão disse...

Sim, Kenia, também conhecida como gravatá e caraguatá! Poderosa mesmo, beijo!

Criativa Presentes Originais disse...

Vera, lembra que uns meses atrás coloquei um post na sua comunidade da internet sobre essa fruta? Que bom que você colocou aqui no seu blog... Eu também sou testemunha de que funciona de verdade... rs... Abraços!

Vera Falcão disse...

Não lembro, não... lembra em qual comunidade você postou (tenho várias)? Fiquei curiosa em ler. A indicação que me motivou a fazer o xarope com a banana do mato veio de uma homeopata que está tratando minha filha. E funciona mesmo! Pena que aqui no Sul ela é sazonal, só vendem no inverno... alguém se habilita a plantar e comercializar em Porto Alegre e cercanias?

Anônimo disse...

Oi :) Só pra não fazer como a Caichinhos Dourados :) Acabei de ganhar umas dessas bananinhas e estoou aqui procurando receitas. Moro em Porto Alegre também e ganhei as bananas de uma colega de serviço que tem plantadas. Tenta plantar uma na tua casa também. Eu já vou ver se consigo uma muda. Até mais.

Vera Falcão disse...

Oi, plantei as sementes das bananas com que fiz o xarope, já estão bem crescidas, mas vai demorar ainda pra colher os frutos... :) Obrigada por deixar teu comentário!

GUERRILHEIROS VIRTU@IS disse...

Achei no meio do mato lindos cachos vou fazer xarope com um cacho de bananas meio kilo de acuçar guaco, funcho canela , e muita fervura....
rouatilhei a sua receita e postei em nosso blog www.guerrilheirosvirtuais.blogspot.com

Vera Falcão disse...

Que belo achado, és um (a) privilegiado (a)! Espero que o xarope fique maravilhoso, abraço!

Anônimo disse...

Sabe se funciona para problemas na garganta também?

Vera Falcão disse...

Ela é especificamente indicada para tratar asma e/ou bronquites. Para a garganta, o gengibre funciona muito bem. Faz-se o chá com 4 fatias finas dentro de um litro de água (não retirar a casca, lavar bem), ferver por 10 minutos, com fogo baixo. Tomar 3 ou 4 xícaras ao dia. Pode-se também fazer gargarejos, aí o chá tem que ser mais forte, dobre o número de fatias. Gargarejos com água morna e sal marinho também auxiliam, bemo como chá e gargarejos feitos com malva (infusão). Qualquer dúvida, pergunte mais, ok?