A cozinha é o lugar mais reconfortante da casa porque nele encontramos alimento para o corpo e para a alma. Deixe a Natureza entrar na sua e esqueça os produtos feitos pela indústria alimentícia em geral, que não coloca amor nesse ato nem está preocupada com a saúde do seu organismo e o de sua família!

Esse é um dos segredos de manter o bem-estar - não entregue essa função vital a terceiros - ponha a mão na massa, deixe a preguiça de lado e estabeleça como prioridade fazer a comida que vai mantê-lo longe das doenças!

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Omelete sem ovos


Dizem que não é possível fazer uma omelete sem quebrar ovos!

Quando faço a omelete tradicional, com ovos caipiras, daqueles postos por uma galinha que não foi maltratada e ciscou no terreiro (mas atenção, tem que conhecer bem a procedência, não valem aquelas caixinhas do supermercado com o desenho de uma galinha sorridente... compro os meus numa feira ecológica e com certificação), prefiro usar mais claras do que gemas.
Mas, usualmente, faço omeletes sem quebrar ovos, o que pode ser um mistério para alguns (talvez para o autor da primeira frase). Naturalmente, o sabor não fica igual ao de uma omelete feita com ovos, já que esse é o principal ingrediente da receita.
A aparência e a textura ficam semelhantes, mas o sabor é diferente, pode lembrar o legítimo com um pouco de imaginação ou boa vontade... rs

Aqui vão duas receitas que já experimentei; como estou sem câmera para fotografar, ficam sem as devidas imagens, que ajudariam a mostrar o aspecto das omeletes veganas ou sem ovos:

OMELETE SEM OVOS 1

Ingredientes

100 g de tofu
1 CS de amido de milho
4 CS de farinha de trigo
2 CS de azeite de oliva
1/2 xícara de água
1 cc de fermento em pó
1/2 cebola média picada em tiras finas
1/2 cenoura picada em tiras finas
1/2 tomate sem semente picado em cubos pequenos
3 CS de milho verde cozido
salsinha e cebolinha picadas
sal marinho e pimenta a gosto
1 cc de cúrcuma

Como fazer

Coloque no liquidificador o tofu, o amido de milho, a farinha de trigo, uma colher de sopa de azeite de oliva, a cúrcuma e a água. Bata até obter um creme liso. Adicione o fermento em pó e sal a gosto. Bata e reserve.

Em uma frigideira, aqueça a outra colher de azeite de oliva e coloque a cebola com a cenoura, refogando até ficarem crocantes. Acrescente os tomates, tempere com sal e pimenta a gosto e misture bem.

Deixe cozinhar por um minuto e acrescente a salsa e a cebolinha.

Despeje o creme de tofu reservado sobre os vegetais refogados (antes de despejar, bata mais um pouquinho no liquidificador). Espere cozinhar por uns 2 minutos. Vire e deixe dourar do outro lado.

OMELETE SEM OVOS 2

Ingredientes

meia xícara de farinha de trigo
1 cc de sal marinho
1 cc de cúrcuma
1 batata média cozida e bem amassada
1 colher de sobremesa de levedura de cerveja
meia xícara de óleo vegetal ou água
vegetais picados e ervas a gosto

Como fazer

Numa vasilha, mexer a farinha, a cúrcuma, a levedura e o sal, misturando bem.
Juntar o óleo ou água e misturar até ficar com uma consistência idêntica a do ovo. Adicionar a batata amassada e mexer bem.

Aquecer um fio de azeite numa frigideira grande. Refogar os vegetais picados, colocar a mistura, salpicar as ervas e deixa dourar em fogo baixo.
Vire e deixe dourar o outro lado.

Particularmente, acho que essa omelete fica mais similar à "original", porque o sabor do tofu é muito saliente.

8 comentários:

Vânia M. disse...

Ei Vera!
Adorei as receitas!
Na verdade, nunca consumi o tofu. Mas concordo com você que a segunda receita me parece mais próxima de uma omelete feita com ovos. Ainda tenho algumas dúvidas sobre o levedo de cerveja. A vizinha da minha mãe usava durante o resguardo pós-parto, dizia que era para se fortalecer (no caso dela foram quatro pessoinhas lindas, uma de cada parto, rs)e engordou. Ela acha que foi por causa do levedo. Como sou leiga, fico sem entender. O levedo é tão calórico assim? Já tem um mês que comprei um pacotinho, mas fiquei com receio de usá-lo, você acredita? Mas como nessa receita a quantidade é pouca, vou experimentar pela primeira vez...sem medo!rsrs Com essa omelete, acredito que terei mais uma oportunidade de colocar mais legumes e verduras na alimentação do meu filho, e não tem sido fácil. Pelo o que converso com outras mães, elas também passam pelo mesmo que eu...mesmo assim, continuo tentando, né? Abraço!

Vera Falcão disse...

Vânia, levedo de cerveja não engorda - gosto de tomar em jejum, uma colherinha apenas, misturada à vitamina ou ao suco. É ótima fonte de vitaminas do complexo B. Só para vc ter uma ideia das poucas calorias que ele possui, veja aqui:

uma colher de chá de:

levedo de cerveja - 21 Kcal
amido de batata - 33 Kcal
aveia em flocos - 25 Kcal
amido de milho - 26 Kcal

Talvez ele possa engordar, se for consumido em exagero, misturado com refeições mais pesadas, fora isso, impossível! Vai ver sua amiga usava levedo demais...

Espero que gostem das omeletes!

Marcita disse...

OLá Vera! Sempre passo por seu blog, gosto muito do conteúdo, por este motivo te presenteio com um selinho, passe no meu blog para pegar, bjksss

Jussara disse...

Olá ! Moro em Ubatuba/SP e achei seu blog na busca do google procurando uma receita de bolo de laranja com aveia. Pra variar, mudei um pouco a receita, acabou de assar, vamos ver se deu certo.
Além de adorar cozinhar e inventar receitas, temos mais coisas em comum: também sou sagitariana e tenho dois netos.
beijos

Vera Falcão disse...

Olá, Jussara, também gosto de mudar receitas, aliás muitas das que fazem parte do blog são modificadas, pois substituo os ingredientes animais e coloco mais algumas coisinhas... rs
Beijos em vc e nos netos!

Ísis F. disse...

Gostei da Receita 1, quero que faça mais vezes, a 2 não foi muito ao meu gosto rsrs... não gosto de levedo! realmente, não sabia que podia fazer uma omelete sem ovos! muito interessante a apetitoso, eu amei! Beijinhos e um voto, mãe!

sarah oliveira disse...

Oi Vera;
Vou ficar ligada no seu blog a espera ade novas receitas e outra cositas mais....os ingrediente são todos conhecidos meus rsrsrsrs
Esse omelete me salvou, pois adorava omelete e faz um tempo que não como, pois não uso produtos animais.
Valeu, abração.

Vera Falcão disse...

Valeu a visita, sarah, apareça sempre!