A cozinha é o lugar mais reconfortante da casa porque nele encontramos alimento para o corpo e para a alma. Deixe a Natureza entrar na sua e esqueça os produtos feitos pela indústria alimentícia em geral, que não coloca amor nesse ato nem está preocupada com a saúde do seu organismo e o de sua família!

Esse é um dos segredos de manter o bem-estar - não entregue essa função vital a terceiros - ponha a mão na massa, deixe a preguiça de lado e estabeleça como prioridade fazer a comida que vai mantê-lo longe das doenças!

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Já tomou seu TCHAI hoje?



A novela televisiva Caminho das Índias popularizou alguns costumes indianos, como o chá com especiarias.

Um pouquinho da história dessa saborosa mistura:

Por volta de 1880-1882, a bebida tornou-se comum na Inglaterra, quando uma doença tomou conta dos cafezais do Ceilão (atual Sri Lanka, ilha ao sul da Índia).
Os ingleses eram grandes bebedores de café e a bebida alternativa encontrada foi o chá, ou melhor, o tchai, consumido na Índia, país de dominação inglesa nessa época.

Além de ser uma bebida indiana tradicional, um hábito há milhares de anos, o tchai ou cháe (em sânscrito), aquece, é digestivo e, dizem, tem propriedades afrodisíacas (devido às especiarias).

Pode-se fazer a bebida com água ou leite (costumo fazer com leite de aveia).

Ingredientes

Para 300 ml de tchai:

300 ml de água quente
1 cc de sementes de cardamomo
1 cc de pimenta-do-reino
1 cc de gengibre picadinho com a casca
1 cc de cravo-da-índia
1 cc de canela em pau
1 cc de chá preto (ou um saquinho)

Como fazer

Em um bule de louça (nunca use metal), coloque os ingredientes, uma a um.
Verta a água quente por cima.
Tampe e aguarde 10 minutos.
Coe e sirva em seguida (se necessário, dê uma leve aquecida mas não ferva).
Se desejar, substitua 100 ml da água por leite de aveia.
Adoce a gosto (com mel ou mascavo).

Sobre o cardamomo

Como esse é o único ingrediente menos comum entre nós, seguem algumas dicas de uso:

Compre-o e guarde-o em vagens, pois assim ele manterá o sabor e o odor característicos.



Quando for usá-lo, abra a vagem e retire os grãos, no momento exato do consumo. Eles perdem rapidamente o cheiro ao saírem das vagens.




Os grãos saudáveis são escuros - se tiverem outra cor, descarte-os.
Eles apresentam uma "pelezinha" branca protegendo-os; esfregue-os levemente para que ela saia.


5 comentários:

Dri Viaro disse...

bem legal essa matéria, mas ai eu não sou fã de chá não rsrs
só aqueles chá verde degarrafinha
bjs

Vera Falcão disse...

Dri, vc não é muito natureba, então... rs

bjs

Carol Javera disse...

Tomei pela primeira vez o Tchai esses dias na Escola de Yoga. Adorei!!!
Vou fazer aqui em casa.

La Tribu disse...

Oi Vera! Tá lindo o teu blog! Desde que descobri uso como fonte de inspiraçao, assim como o Deixa Sair da Sônia e o Menina do Dedo Verde da Carol. Temos 2 blogs também, e somos feirantes. Nao dá muito tempo pra atualizar, e muito menos pra elaborar textos, porque além de muito trabalho nas feiras e nas produçoes temos um gurizinho de 1 ano e meio que gostamos muito de estar com ele. Dá uma chegadinha lá e deixa um oi também! Beijo! http://latribualimentacionsaludable.blogspot.com, o outro é http://casadebotellasdepet.blogspot.com/

Vera Falcão disse...

Carol, o tchai vicia (no bom sentido...) rssss

La Tribu, obrigada pela visita, vou lá retribuir, sim!
Adoro uma feira, frequento várias.