A cozinha é o lugar mais reconfortante da casa porque nele encontramos alimento para o corpo e para a alma. Deixe a Natureza entrar na sua e esqueça os produtos feitos pela indústria alimentícia em geral, que não coloca amor nesse ato nem está preocupada com a saúde do seu organismo e o de sua família!

Esse é um dos segredos de manter o bem-estar - não entregue essa função vital a terceiros - ponha a mão na massa, deixe a preguiça de lado e estabeleça como prioridade fazer a comida que vai mantê-lo longe das doenças!

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Para quem ainda não chegou lá

Revisando meus textos sobre alimentação e cuidados para manter um nível satisfatório de saúde, verifiquei que todas as indicações (ou praticamente todas elas) situam-se na faixa do ideal.
Por isso, fiquei pensando nas pessoas que leem as dicas e sentem-se infelizes porque estão muito distantes de poder praticá-las.

Então, a elas dedico essa nova tag do blog - Para quem ainda não chegou lá.

Fala-se muito sobre os prejuízos que o alumínio causa ao nosso organismo, inclusive sendo a sua ingestão apontada como causa dos males de Alzheimer e de Parkinson (há muitos estudos a respeito, mas não definitivos).
Uma das principais vias de acesso a esse metal é através das panelas que utilizamos para cozinhar.
Já aconselhamos aqui a não usá-las, porém nem todos podem comprar panelas melhores e mais caras.

Siga os passos abaixo para diminuir a ingestão do alumínio (ou evitá-la ao máximo):

1) Ao lavar as panelas de alumínio, evite esfregar em excesso o seu interior.
Lavá-las com esponja de aço pode aumentar a transferência do metal para os alimentos.
Se o alimento estiver grudado no fundo da panela, coloque água e ferva.
Uma esponja macia e sabão neutro são suficientes, não é necessário deixá-las brilhando;

2) Use colheres de madeira para mexer os alimentos;

3) Coloque o sal após o cozimento, pois a salinidade aumenta a concentração do metal na água;

4) Não cozinhar nestas panelas alimentos ácidos (molho de tomate) nem doces;

5) Não deixe o alimento esfriar dentro delas; também não o guarde nelas, transfira para outra vasilha, caso for mantê-lo na geladeira;

6) Procure ir substituindo gradativamente suas panelas de alumínio, é um investimento para a saúde da sua família.

Para saber mais sobre os prós e contra de panelas feitas com vários materiais, consulte os seguintes links:

Escolha a panela certa 1

Escolha a panela certa 2

Escolha a panela certa 3

Escolha a panela certa 4

Ainda o alumínio...

Panelas de pedra sabão

5 comentários:

quaseprendada disse...

Oi vera que bom que te encontrei, gosto de alimentação saudável mesmo não sendo vegetariana, adorei a dica das panelas vou aposentar as de alumínio e usar as de inox, tenho um irmão vegetariano e sempre procuro fazer coisas que ele gosta nem todos entendem a preferencia dele entendo que é dificil principalmente na parte nutricional por isso estarei atenta as suas receitas. bJÔ lindo fim de semana

Rafael Simão disse...

Oie, Vera,
Passando só pra dar um oi. Hihi. Seu blog é incrível! Com tudo o que você fala eu e minha família estamos mudando a alimentação enormemente. É difícil, como você disse, mas a diferença que esse esforço traz é ótima. Obrigado por fazer esse trabalho tão admirável! Beijos!

Vera Falcão disse...

Obrigada pelos comentários estimulantes! Fico muito satisfeita por saber que estou auxiliando as pessoas a mudarem, porque a mudança começa primeiro em cada indivíduo para um dia tornar-se global.
Beijos em vocês e em suas famílias!:)

Samantha disse...

Bom dia Vera! Entrei em seu blog procurando maneiras de comer melhor. Sofro de enxaqueca e não aguento mais tomar remédios. Li que uma alimentação mais natural ajudaria muito. Não sou vegetariana, mas busco maneiras para evitar um pouco o consumo de carnes, e cortar tudo que for industrializado, com corantes, conservante, etc. Descobri que até o leite, akeles em caixinha, são nem um pouco indicados p esse problema, td mais natural possível mesmo... Bom, achei mt interessante mesmo esse blog, e ficarei sempre de olho. Está de parabéns! Vou tentar começar minha dieta, e vou usar seu blog como orientação. Se puder postar como evitar alimentos prejudiciais eu já agradeço... vou em mercados e não encontro nada 100 por cento natural... é muito difícil!... me ajuda!!! rsrsrsr!! bjuuuusss

Vera Falcão disse...

Oi, Samantha! A ideia do blog é procurar uma alimentação mais natural, mesmo que não seja vegetariana. Atualmente, sabe-se que uma das principais causas da enxaqueca é a alimentação. Os industrializados contêm muitos ingredientes que prejudicam o organismo, como o glutamato monossódico, o excessode sódio e açúcar, os conservantes. Os laticínios, também. Posso postar uma lista de substâncias prejudiciais que encontramos nos rótulos dos produtos, mas é praticamente certo que eles estarão em 99% desses produtos. A solução é cozinhar em casa, compre mais em feiras e casas de produtos naturais, evite os supermercados. Mas posso fazer uma postagem especial sobre o tema, após as festas de fim de ano, agora estou com pouco tempo. Beijo!