A cozinha é o lugar mais reconfortante da casa porque nele encontramos alimento para o corpo e para a alma. Deixe a Natureza entrar na sua e esqueça os produtos feitos pela indústria alimentícia em geral, que não coloca amor nesse ato nem está preocupada com a saúde do seu organismo e o de sua família!

Esse é um dos segredos de manter o bem-estar - não entregue essa função vital a terceiros - ponha a mão na massa, deixe a preguiça de lado e estabeleça como prioridade fazer a comida que vai mantê-lo longe das doenças!

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Já estamos em 2013



Ceia do Novo Ano, 2013 abrindo seus 365 braços para nós!

Nesse ano, desisti da lentilha cozida e investi na germinada, com folhinhas de hortelã e cebolas caramelizadas, como acompanhamento.

Grão de bico refogado no azeite de oliva e na cebola, acrescido de cogumelos e tudo regado com shoyu. 

Pra mim, já seria suficiente (optando pela frugalidade cada vez mais), mas minha filhota pediu, de joelhos, uma salada de batatas, então, fiz, claro! Com cenoura e ervilha, cebolinha picada fina e ovos caipiras cozidos e fatiados (sorry, veganos).

Doces? O bolo de frutas secas, nozes e especiarias, com cobertura de chocolate e a espuma de frutas (manga, banana, suco de laranja e leite de coco).

   

Uma das minhas metas pra 2013 é focar na alimentação das crianças, investir na informação, que pode ser absorvida pelos pais ou até mesmo pelos pequenos, pois eles são muito mais abertos ao novo e às mudanças.

Muitas crianças não têm a menor ideia sobre como os animais vão parar na sua mesa, o sofrimento, a morte,  o abuso. Lembro que certa vez disse a uma criança (por mera informação) que ela estava comendo lingua de vaca, o que a fez arregalar os olhos e parar com o garfo suspenso no ar. Mas levei um cutucão por baixo da mesa e tive que enrolar.  Na verdade, não faço pregação durante as refeições dos outros, mas quando uma criança me pergunta a respeito, conto sobre todas as mazelas impostas à bicharada (a não ser que a dona da casa me fuzile com o olhar... hahahaha). Se depois de ouvir, ela não quiser mais comer animais, tenho certeza que existem centenas de outros alimentos que a deixarão saudável, com todos os nutrientes necessários. E também deliciosos, basta que a cozinheira use a criatividade na produção do cardápio (e que elimine a preguiça... também não vale alegar falta de tempo!).

Pra começar, uma tirinha:

 

Feliz Ano Novo para todos os meus amigos e leitores!


5 comentários:

Alessandra disse...

Olá bom dia , como foi de final de ano ? espero que
vc tenha aproveitado bem e ficado muito feliz , bom final de semana para vc , até mais

Vera Falcão disse...

Oi, foi muito tranquilo, ficamos em casa, minha filha, nosso gato e eu, fizemos uma ceia bem leve e observamos o alarde das pessoas na rua, através da janela. Estávamos bem felizes na passagem! E o teu, como foi? :)

rô. disse...

vera! demorei um tempão pra reencontrar teu blog! lembrava das tuas receitas de leites vegetais, mas não te achava por nada! agora achei!
=)

Lílian Almeida disse...

OI Vera, como vai ?
Divertidissima a tirinha,adorei.
Cuidar da alimentação é cuidar de si,muito boas dicas.

Que esta semana seja cheia de graça e sucesso!
Lílian -Blog:”Duas Moças Prendadas!”

Anônimo disse...

Amei essa receita... Bom apetite............