A cozinha é o lugar mais reconfortante da casa porque nele encontramos alimento para o corpo e para a alma. Deixe a Natureza entrar na sua e esqueça os produtos feitos pela indústria alimentícia em geral, que não coloca amor nesse ato nem está preocupada com a saúde do seu organismo e o de sua família!

Esse é um dos segredos de manter o bem-estar - não entregue essa função vital a terceiros - ponha a mão na massa, deixe a preguiça de lado e estabeleça como prioridade fazer a comida que vai mantê-lo longe das doenças!

terça-feira, 12 de maio de 2009

Pé de feijão na janela da cozinha

Contei aqui que havia plantado sementes de feijão olho-de-cabra num vasinho rente à janela da minha cozinha.
Trago notícias dele, que segue serpenteando caminho acima.
Quando a janela está aberta, ele escapa para fora, procurando o sol.
E à noite, quando vou fechá-la, gentilmente tenho que fazê-lo retornar para dentro, para não ser esmagado.
Estou totalmente afeiçoada a essa plantinha frágil e juvenil...


Aqui, uma vista geral de seu desenvolvimento:



Alguns quadros que mostram apoios que o ajudam a, quem sabe um dia, alcançar o céu:







5 comentários:

Carla disse...

Oi Vera, estou na torcida e louca pra ver o primeiro feijãozinho...
Ah, lá no meu blog tem um convite pra ti. Passa lá!!
Bj e boa semana!

quisbelestrela disse...

Vera desculpe ser indiscreta mas a musica do seu blog é linda, poderia me dizer qual é?? quem é a cantora? obrigada!
meu e-mail é quisbelestrela@yahoo.com.br

Vera Falcão disse...

A música chama-se "Heart of Saturday Night" e quem interpreta é a minha cantora favorita: Diana Krall.
Então, ambas temos bom gosto...

um abraço

alagadiça disse...

també tenho pézinhos de feijões, junto a girassóis!
mas os meus ainda estão pequenotes. são, na verdade, parte de uma experiência para um trabalho de arte!
o teu já dá vagens? queria saber se feijões cultivados em vasinhos assim também produzem...

Vera Falcão disse...

Infelizmente, meu filho detonou com meu pé de feijão quando usou a pia (a janela fica acima dela). Quebrou perto da base e não teve jeito de salvá-lo... então, ainda não sei se nascem vagens, mas vou descobrir quando plantar novamente - era uma semente de feijão olho-de-cabra, linda!