A cozinha é o lugar mais reconfortante da casa porque nele encontramos alimento para o corpo e para a alma. Deixe a Natureza entrar na sua e esqueça os produtos feitos pela indústria alimentícia em geral, que não coloca amor nesse ato nem está preocupada com a saúde do seu organismo e o de sua família!

Esse é um dos segredos de manter o bem-estar - não entregue essa função vital a terceiros - ponha a mão na massa, deixe a preguiça de lado e estabeleça como prioridade fazer a comida que vai mantê-lo longe das doenças!

sexta-feira, 30 de março de 2012

Plantas alimentícias não convencionais

Mais uma plantinha desmerecida do nosso reconhecimento: a urtiga vermelha! Da série "plantas alimentícias não convencionais", ou seja, o mato que desprezamos e tem grande valor nutricional!

Achei interessante reproduzir um comentário que fizeram ao vídeo, referindo-se ao Valdely Kynupp, que é quem nos apresenta a urtiga vermelha: "Valdely Kynupp, você é o cara! Que grata surpresa quando meu irmão me passou o link desse vídeo... você AINDA é o mesmo sujeito que saía identificando tudo o que fosse planta que aparecesse pela frente e colhendo o que fosse de comestível pra levar pra casa (só que, agora, em nível de doutorado). Manda ver, meu caro! Erva-daninha é só uma plantinha inexplorada comercialmente e com muita vontade de sobreviver!!" Sábias palavras...

 

Matos comestíveis

Preciosos presentes da Natureza, muitas vezes ignorados e/ou desprezados, sem ter um lugar na nossa mesa... O programa foi gravado em Minas Gerais, mas cada região tem os seus "matos comestíveis", basta pesquisar e consumir. Conheça mais sobre eles e introduza na sua alimentação!





Olhem que linda está a minha ora pro nobis... e ela cresceu de um pequeno pedaço de caule que ganhei, pus na água, depois na terra e agora está aí, toda exibida!



quarta-feira, 21 de março de 2012

O Verdadeiro Frango Falso

Um vegano criou carne de frango sem frango (é claro!), com ingredientes vegetais, entre eles, a soja, obviamente... mas é uma opção, para consumir ocasionalmente e ela poderá salvar muitas galinhas da morte! E é bastante convidativa para vegetarianos que acabaram de fazer a transição e sentem falta da textura da carne...
O produto ainda não foi lançado no mercado, mas em breve, teremos acesso a ele, já que vivemos numa aldeia global.

Assistam ao vídeo:

<a href='http://video.msn.com?vid=12fbcf32-b8c8-5c8d-860b-a850cc9135f9&mkt=pt-br&from=pt-br&src=FLPl:embed::uuids' target='_new' title='O Verdadeiro Frango Falso' >Vídeo: O Verdadeiro Frango Falso</a>

terça-feira, 20 de março de 2012

Já é outono!


O outono começou às 2h14 desta terça-feira (20)!
De acordo com o meteorologista do Cptec (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), José Felipe Farias, a estação inicia com maiores incursões de massas de ar frio sobre o continente. “É uma estação de transição entre o verão e o inverno, com frentes frias mais regulares e as temperaturas começando a diminuir”, aponta.

É a minha estação preferida - o tapete formado pelas folhas caídas no chão, a luz suave e com tons amarelados, a temperatura amena, a sensação de calma, o momento de preparação para a chegada do inverno, onde temos que nos recolher, depois da exuberância e exposição dos dias de calor.

Também iniciamos o ano astrológico, quando teremos a influência da Lua - águas rolando, emoções a flor da pele, instabilidade, intuição, seremos mais influenciados pelas fases do nosso satélite!

Lua, regente de 2012

Alimentação no outono

Uma receita pra festejar a entrada do outono

Aproveitem (principalmente, quem sofreu demais com o calor desse verão)!

terça-feira, 13 de março de 2012

Sucos Energéticos


O calor não quer nos abandonar aqui no RS, há nove dias seguidos temos a temperatura acima dos 35ºC e haja energia pra aguentar esse verão, suando sem descanso e nos sentindo abatidos e desanimados!

Com esse calor e aproveitando a solicitação da leitora Lorena Campos, que gostaria de receitas de sucos energéticos, seguem sugestões deles e nada melhor do que tomá-los diariamente!

Em primeiro lugar, qualquer suco que tiver como ingrediente sementes germinadas sempre será muito energético, já que os germinados são uma explosão de vida! Então, faça seu suco preferido no liquidificador ou na centrífuga e adicione sementes germinadas.

Suco de Luz (receita básica)

Use, preferencialmente, vegetais orgânicos.

uma maçã média picada, com casca e sem sementes
um pepino médio
3 folhas grandes de couve (ou brócolis, escarola, chicória, rama da beterraba ou da cenoura)
folhinhas de hortelã
1/2 maço de salsa
grama de trigo (ou faça um suco apenas com ela)
uma xícara de sementes germinadas, como o girassol
uma cenoura, beterraba ou inhame (raízes)

Dá para fazer no liquidificador ou na centrífuga, coe e beba imediatamente.


Dicas: Varie os vegetais, para evitar a monotonia.
Extraia manualmente o suco de 2 limões e adicione ao suco, já pronto e servido no copo.

Suco de grama de trigo

A grama de trigo pode ser comprada pronta, mas se quiser fazer em casa, aprenda aqui!

Fazer o suco é coisa de criança: se for no liquidificador, adicione pouca água e na centrífuga, nadinha dela, só a grama. Coe bem o suco, pois as fibras da grama não são bem digeridas pelo nosso organismo.

Suco Ânimo

uma beterraba pequena
uma maçã pequena
uma cenoura média
uma cc de gengibre picado, com casca

Corte a beterraba, a cenoura e a maçã com a casca (se forem orgânicos) em pedaços e bata com o gengibre na centrífuga.

Suco Alegria

um abacaxi bem maduro
folhinhas de hortelã
uma cc de gengibre picado, com casca

Descasque o abacaxi e corte em pedaços, retirando o miolo. Bata com os demais ingredientes na centrífuga.

E, para finalizar, uma receita da Conceição Trucom:

Baixou a energia?

1 dente de alho, 1/2 xícara de espinafre (talos e folhas), 1/2 pepino, 2 talos de aipo, folhas de nabo ou beterraba, ramos de salsa. Passe o alho, espinafre, pepino e aipo pela centrífuga. Coloque numa panela, aqueça em fogo brando. Não necessita ferver. Desligue o fogo, adicione o suco fresco das folhas de nabo e salsa, gotas de molho shoyu ou uma pitada de missô e sirva imediatamente.

quinta-feira, 8 de março de 2012

Mandiokejo - queijo vegetal divino!

Finalmente chegou minha encomenda muito esperada: o Mandiokejo!
Ficou curioso?
É um pó vegetal, talvez tão fantástico quanto o de pirlimpimpim, que misturado a óleo e água vira, num passe de mágica - criada pela Ellen do Quebra Cabeça - um delicioso queijo, que lembra muito a muçarela, não contendo glúten, lactose, soja, corantes ou aromatizantes. Os ingredientes são mandioquinha desidratada, fécula de mandioca, feijão branco em pó, sal marinho e ácido cítrico.

Ficou mais curioso?

Eu não aguentava mais de curiosidade para experimentar e fazer uma pizza com ele!

Então, segue o passo a passo da minha aventura na cozinha com o Mandiokejo, cujo sucesso foi tão grande que fez esgotarem as vendas no site; os donos da empresa, que situava-se em Florianópolis/SC e está de mudança para Bombinhas, no mesmo Estado, prometem que tudo volta ao normal a partir do próximo dia 19!

Pizza de cogumelos, milho e molho de tomates acebolado com Mandiokejo

A massa


3 xícaras (usei uma das grandes) de farinha de trigo - metade integral e metade da branca
uma generosa pitada de sal marinho
3 CS de óleo de arroz
uma xícara de água
um pacotinho de fermento em pó

Misturar numa vasilha grande os ingredientes secos.
Adicionar o óleo e incorporá-lo bem.
Por último, juntar a água.
Dar uma sovada na massa, até que ela fique bem lisinha. Não "rasgue" a massa quando estiver sovando - é um dos segredos que aprendi num curso de panificação (altera o crescimento) - e quando for dividi-la em partes, use uma faca.
Essa quantidade de ingredientes que usei deu para fazer duas pizzas médias, com a espessura de um dedo médio (não gosto da massa de pizza muito fininha), então é possível fazer uma gigante com a espessura menor.
Esticar a massa em duas formas médias untadas com óleo, fazer muitos furinhos nela com um garfo e levar ao forno médio, por 30 minutos (mais 15 depois que adicionar o molho e o queijo).


Enquanto a massa está assando, fazemos o molho e o queijo!



O molho

óleo para refogar
uma cebola média roxa (acho linda essa cor, principalmente quando mistura com o alaranjado da cúrcuma)
3 tomates grandes orgânicos
uma espiga grande de milho debulhada
100 gramas de cogumelos (use o que mais gostar)
sal a gosto, uma colherinha de cúrcuma, outra de molho de pimenta, uma CS de cebolinha desidratada e outra de orégano

Refogar a cebola roxa, cortada em fatias grandes com a cúrcuma - fica linda a combinação de cores!


Cortar os tomates em pedaços grandes e juntar ao refogado. Colocar um pouco de água, os temperos, o milho e deixar cozinhar em fogo baixo.


Quando estiver encorpado, colocar os cogumelos e deixar cozinhar mais um pouquinho.


O Mandiokejo

Na embalagem dele, vem uma detalhada explicação de como fazer, com 3 opções, o firme (para pizzas), o cremoso (para lasanhas) e o que vai ao fogo (para recheios). O que muda, na verdade, é a quantidade de óleo e água. O fabricante disponibiliza os modos de preparo em 3 sistemas de medidas diferentes (xícaras/colheres, gramas e ml). Recomendam utilizar uma balança culinária para que o preparo saia perfeito: essa pessoa aqui não tem uma balança culinária AINDA, logo usei os outros sistemas. Quem tiver dúvidas quanto ao preparo, encontra na embalagem um link para um vídeo com o passo a passo.

Então, fiz o Mandiokejo firme, seguindo as recomendações do rótulo do produto. Foi muito fácil, brincadeira de criança!


Nossa, os 30 minutos já passaram, hora de retirar a massa do forno (evitar ventanias na cozinha nesse momento), colocar o molho e, por cima, ele, o Mandiokejo! :)



Mais 15 minutos (abaixar um pouquinho a temperatura no forno) e pronto!
Regar a pizza com azeite de oliva e atacar!

É incrível, parecia que estava comendo muçarela, lembrança dos meus "tempos de lactoveg"... E a diferença é que a muçarela feita com leite é pesada, indigesta e esse queijo vegetal é bem leve, comi a pizza e me senti muito bem. Impressionante como a textura, o sabor e até o aroma lembram a muçarela - recomendo com cinco estrelinhas!
Parabéns ao Quebra Cabeças: experimentem também os hamburgers (amei o italiano) e o bife que eles produzem, com o mesmo sistema, um pó ao qual se adiciona líquido.


sexta-feira, 2 de março de 2012

Bolo simples - um sucesso!

Costumo levar posts daqui do blog pra divulgar no facebook mas hoje está acontecendo o contrário: uma imagem de um bolo que fiz na madrugada e postei lá, sem a menor pretensão, acabou virando um sucesso!
A receita é muito simples, não leva nenhum ingrediente de origem animal e fica uma delícia!
A receita está incluída nos comentários abaixo, fácil de encontrar e fácil de fazer.
Uma boa surpresa: não esperava que o meu discreto e singelo bolo agradasse tanto às pessoas, o que ajuda a comprovar que a maioria gosta mesmo é de simplicidade!

Curtam!